“Quero ter sucesso na minha vida profissional”, “Minha vida é um sucesso”, “Eu faço sucesso com as pessoas”, “Aquele artista faz sucesso”, “Nosso trabalho obteve sucesso”…
Quando surge a palavra sucesso, seja lá qual for o contexto, as frases a cima vêm imediatamente à cabeça. O sucesso surge como o auge de algo que você se propõe a fazer. É o ápice. Segundo o dicionário, sucesso significa ter êxito em alguma coisa, conseguir chegar ao fim de uma empreitada. Antes de alcança-lo, é preciso estabelecer objetivos, seja na vida pessoal ou profissional. Ou seja, estabeleço uma meta e, se eu atingi-la, significa que obtive sucesso. Partindo desse pressuposto, triunfar parece algo simples e fácil. Porém, isso é relativo. Tudo vai depender do objetivo estabelecido. E é, justamente aí, que quero chegar.

Antes de iniciarmos uma reflexão sobre o sucesso, pense nas suas metas ou sonhos estabelecidos. Ainda não estabeleceu seus sonhos e metas? (Sugiro a leitura do último texto que escrevi aqui no Let Live chamado “Sonhos e Metas”.

Nesse momento, pense nos objetivos que você estabeleceu para si mesmo e o quão simples e complexos eles são. Agora reflita, esses objetivos são alcançáveis? O que eu estou fazendo nesse momento para conseguir atingi-los?

A ideia por trás dessas reflexões, é conectar os objetivos ao sucesso através do desafio. O desafio é o fio condutor que te fará suceder e mostrará o quão grande é o seu sucesso. Entretanto, se faz necessário o autoconhecimento para que seu passo não seja maior que as próprias pernas. Por exemplo, imaginemos que meu objetivo é ser um banqueiro bilionário. Qual o tamanho do meu desafio? Absurdamente grande! Qual o tamanho desse sucesso? Gigantesco! Mas, qual a minha real chance de isso acontecer, levando em consideração todas as circunstâncias, possibilidades e fatores ligados diretamente a minha realidade? ZERO! Por favor, que me perdoem aqueles que acreditam na meritocracia, mas acreditar que apenas o meu esforço me conduzirá a esse sucesso, é absolutamente uma utopia! Seria dar um passo maior que minhas próprias pernas!

Portanto, estabelecer metas que condizem com a sua realidade é um passo fundamental para obter o sucesso. Se o seu desafio for excessivamente difícil, logo você se desmotivará e, consequentemente, desistirá. Logo, não terá sucesso. Em contrapartida, se o desafio for extremamente fácil, o seu sucesso será proporcionalmente do mesmo tamanho do seu esforço. Ou seja, pequeno! Suponhamos que seu sucesso seja a perda de peso e seu objetivo é emagrecer 30 quilos. É um desafio muito difícil, porém não impossível. Mas sua força de vontade e disciplina precisam ser altíssimas e, a chance de não dar certo, por vários fatores, é altamente proporcional à sua expectativa. Se seu objetivo for emagrecer 1 quilo, o desafio ficará muito mais fácil e exigirá pouquíssimo esforço e disciplina, porém, o seu sucesso será mínimo tal qual o seu esforço. O ideal é o meio termo. Não estabelecer a perda dos 30 quilos e nem 1 quilo por vez, mas estabelecer a perda de 10 ou 5 quilos, gradativamente.
Estabelecer desafios proporcionais a sua realidade e que não sejam extremamente difíceis ou extremante fáceis é o caminho mais inteligente. Desafios que são possíveis de alcançar, são mais motivantes e te aproximarão do sucesso.

O sucesso obtido com seu próprio esforço é absolutamente satisfatório! Ter sucesso te faz acreditar mais em você, te faz se sentir capaz, melhora a sua autoestima, te torna mais ambicioso e te faz querer sentir essa satisfação de ser um vencedor. Já ouviu aquele discurso sobre sede de vitória e que o mundo é feito para os vencedores? Saiba que esse discurso é movido pelo sucesso. O vencedor é movido pelo tesão da vitória. E você também quer ser um vencedor. E sabe o que é mais incrível? Você também pode ser um vencedor! E você só não será se os seus objetivos não forem realistas! Não pense que pessoas de sucesso são aqueles super ricos que dão palestras motivacionais em empresas. Entenda que o sucesso é individual! Essa percepção é fundamental.

Exemplificarei trazendo um dilema em minha área profissional. Sou professor de educação física e aplicava aulas de esportes. Os alunos tinham níveis diferentes de aprendizagem, uns eram mais habilidosos e outros menos. Pense em qual sucesso teriam os mais habilidosos e os menos habilidosos. O sucesso seria o mesmo? Não! O sucesso dos mais habilidosos, geralmente, é marcar muitos pontos, enquanto o sucesso dos menos habilidosos é marcar ao menos um ponto, ou até mesmo, simplesmente, conseguir participar mais ativamente do jogo e se sentir importante para a equipe. A mesma situação se aplica na nossa vida pessoal e profissional. Pode ser que o sucesso do meu vizinho seja comprar uma mansão. Mas o meu sucesso não é necessariamente comprar uma mansão. Ficaria feliz e satisfeito em comprar um simples apartamento. Veja como o sucesso é diferente para cada um.

Para finalizar, jamais deseje a vida do outro, não inveje o sucesso do outro. Se esforce, saia da zona de conforto, queira ser melhor, busque o que está ao seu alcance, conquiste e verá que você também terá sucesso e será um vencedor!
Te desejo o maior triunfo de todos, o seu próprio sucesso.

 

Esse texto foi escrito pelo Henrique Maas, quem quiser conhecê-lo melhor é só mandar uma mensagem pelo Facebook dele.

Já aproveita e curta a página no Facebook!

Me siga no Instagram

 

Clique aqui e leia mais textos como esse

A vida é a coisa mais preciosa que temos, parece até obvio. Mas do que faz sentido não viver uma vida da melhor maneira? “Viver é a coisa mais rara do mundo, a maioria das pessoas apenas existe”.

Permita-se viver a sua vida e escrever a sua história.

E eu estou aqui para deixar registrada a minha.

Comentários